DERMATOLOGIA

Tumores
Cutâneos

A cirurgia plástica também destina-se ao tratamento de tumores cutâneos, lesões cutâneas de difícil cicatrização devem ser avaliadas por um profissional medico pode suspeitar de alguma lesão que deva ser tratada cirurgicamente. Em geral os tumores cutâneos advém da exposição solar sem proteção ao longo da vida.
 Os carcinomas basocelulares  (CBC) podem se apresentar de diversas maneiras, tais como lesões nodulares, ulceradas ou crostras que caem e voltam a aparecer , seu tratamento é exclusivamente cirúrgico com resseção da lesão com uma margem de pele não afetada chamada de margem de segurança mínimo de 3 mm de extensão.
Os carcinomas espinocelulares são também tumores cutâneos relacionados a exposição solar e também a feridas crônicas, possuem um aspecto geralmente mais infiltrativo, avermelhado e ulcerado, seu tratamento é cirúrgico com margem se segurança mínima de 5 mm de extensão.
Os melanomas são tumores cutâneos que surgem da mutação dos melanócitos , que são as células que possuem pigmento, portanto toda pinta que mude de comportamento ( mudança de cor, assimetria de bordas, crescimento, sangramento  ou prurido) deve ser retirada para analise patológica. O tratamento  é cirúrgico com casos muito iniciais e multidisciplinar nos casos mais avançados.

CIRURGIAS E
PROCEDIMENTOS

CIRURGIAS E
PROCEDIMENTOS

Share on facebook
Share on email
Share on print